A felicidade e a psicologia positiva como ativos para resultados positivos | ABRH RS

A felicidade e a psicologia positiva como ativos para resultados positivos

 

A felicidade é composta por um conjunto de fatores - bem-estar, traços de personalidade, emoções e sensações - e, atualmente, faz toda a diferença, juntamente com conceitos de psicologia positiva, para o mercado de trabalho. Profissionais felizes produzem mais e conquistam resultados melhores para a equipe e para a organização. Os colaboradores felizes possuem características em comum, como por exemplo, sentir gratidão pelas coisas, disposição para construir em conjunto, são otimistas quanto ao futuro, se dedicam ao presente com afinco, têm o hábito de praticar exercícios físicos e possuem comprometimento com os objetivos traçados.

O palestrante de maio do Café Conosco, evento promovido pela ABRH-RS, e psicólogo, Celso Delinghausen, afirma que o foco nos desafios propostos na vida profissional faz total diferença no que tange a conquista da felicidade. “Passamos 47% do nosso tempo pensando em algo diferente do que estamos fazendo”, colocou. Delinghausen citou alguns hábitos tóxicos como o perfeccionismo, a comparação social e o materialismo.

 

Confira os benefícios da felicidade, segundo o psicólogo:

Benefícios Físicos da Felicidade

- diminuição da dor crônica;

- menor predisposição ao Diabetes;

- menos AVCs, melhor perfil cardiovascular;

- melhor chance de sobreviver ao Câncer;

- sistema imune mais robusto.

 

Benefícios Sociais da Felicidade

- maior sensação de bem-estar;

- repertório rico em experiências positivas;

- melhor relacionamento com pares e amigos;

- mais propenso a receber ajuda e confiança das outras pessoas.

 

Outro palestrante do evento mensal da ABRH-RS e também psicólogo, Gerson Siegmund, é especialista em psicologia positiva, aspecto que focam na análise de emoções e comportamentos das pessoas. E que fazem total diferença no ambiente corporativo. “O engajamento e a motivação são um resultado de diversos fatores. Alguns deles são materiais: boa estrutura, plano de carreira, remuneração adequada. Todos eles são absolutamente necessários. Porém, não suficientes. A Psicologia Positiva complementa essa equação, ocupando-se de trabalhar os fatores emocionais e psicológicos que promovem o bem-estar e o potencial humano. Não existe nenhum motivador mais poderoso do que realizar um trabalho que está alinhado com seus valores e com seu propósito pessoal”, conceituou Siegmund.

O profissional otimista e resiliente possui resultados visíveis que transformam tanto a vida pessoal quanto à carreira. “Com certeza, os resultados são visíveis. Os maiores exemplos de sucesso que temos em qualquer área são de pessoas extremamente resilientes, que não desistiram mesmo frente a grandes adversidades. É claro que felicidade não se desenvolve da noite para o dia, mas existem sim algumas práticas simples que podemos fazer no nosso cotidiano”, conclui.

O Café Conosco deste mês da ABRH-RS acontecerá no dia 23 de agosto e terá a temática de “Escape Game como uma ferramenta para o RH”. A palestrante será Thais Dalcin, sócia-diretora da Chave-Mestra Escape Game. Mais informações sobre o evento no portal da instituição.

 

 

Mantenedores

Apoiadores institucionais