O desafio da Gestão de Pessoas quando a equipe aumenta | ABRH RS

O desafio da Gestão de Pessoas quando a equipe aumenta

 

A Gestão de Pessoas é um dos principais desafios das organizações atualmente. Muitas empresas registram um crescimento exponencial rápido. Uma das consequências disto é o crescimento da equipe e, juntamente, uma situação ainda mais complexa: como liderar e gerir os colaboradores com um número de funcionários acima do habitual.

 

Esta superação por parte da liderança impacta diretamente o sucesso da empresa, tendo em vista que o processo garante coesão e progresso contínuo na atuação da equipe. Considerando que um grande número de pessoas reúne diversos tipos de personalidades e mentalidades, um dos principais objetivos da gestão de equipes é conquistar mais engajamento e, consequentemente, melhores resultados. Por trás disso, está uma das principais responsabilidades de um bom líder: organizar profissionais conforme as características pessoais para que possam exercer funções com o máximo de produtividade.

 

Otimizar é fundamental

Quando o trabalho é realizado em equipes pequenas, há mais tempo para conversar e colocar-se a par junto dos colaboradores. Com grandes grupos é fundamental organizar o tempo, pois conversas mais curtas e estratégicas são igualmente eficientes. Mediante o crescimento, confiar e delegar corretamente são dois pontos cruciais para o andamento dos processos e para que o líder tenha liberdade de atuar em todas as áreas sem ter que realizar todas as atividades. Seja claro quanto às expectativas.

 

Motivação move resultados

Construir laços é uma das características mais fácil de concretizar quando se lidera um número pequeno de funcionários. Quando a empresa comporta um número significativo, torna-se média ou grande, a chave para o gerenciamento está no engajamento da equipe. Estabeleça um propósito maior em comum entre as equipes para que trabalhem juntos em prol deste objetivo macro. Uma prática, que inclusive contribui para o desenvolvimento de futuros líderes, é selecionar pessoas para exercer a função da liderança dentro dos setores.

 

Assimilação da cultura

O gestor, quando assume uma equipe que possui bom desempenho, precisa adaptar-se quanto à cultura existente naquele nicho. Isto contribuirá para prevenir atitudes precoces, além de ter um entendimento maior sobre o todo. Para transmitir conceitos e objetivos, principalmente os mais complexos como a cultura empresarial ou a missão corporativa, é preciso estabelecer uma estratégia de comunicação eficaz e próxima. O feedback é um dos principais mecanismos de troca de conhecimento para assimilação do real objetivo. Vale utilizar-se das mais diversas plataformas digitais para que isso seja relevante. Acompanhar o desenvolvimento mediante este processo é crucial para efetivar a tarefa de explicar a cultura desejada.

 

Seja em que etapa a empresa estiver, a ABRH-RS oferece o curso de Gestão de Equipes para líderes, focado tanto no aspecto conceitual como no vivencial que a área abrange. O objetivo é capacitar profissionais que atuam como gestores para conduzirem o processo da melhor maneira sempre primando pelas pessoas para atingir resultados sustentáveis.

 

Mantenedores

Apoiadores institucionais